Blog

OTEQUE

Eu costumo anotar as coisas, porque bebo, minha memória falha aqui e ali. Mas Alberto Landgraf faz questão de me lembrar repetidamente que eu fui o primeiro jornalista a escrever sobre ele neste país, quando o Epice tinha acabado de abrir. É bem possível, até porque, na época (lá por 2011, talvez?), ele mesmo não … Continue reading OTEQUE

OS MELHORES DO MUNDO (WORLD’S 50 BEST)

Uns quinze anos atrás, lá por 2005/2006, eu assinava a Q Magazine, que lançou uma edição com os cem melhores discos da história (do rock, pelo menos). Que ousadia. Quando recebi a revista, tinha certeza de que não encontraria meus cinco favoritos sequer entre os vinte primeiros, mas era impossível não sair voando entre as … Continue reading OS MELHORES DO MUNDO (WORLD’S 50 BEST)

SONHOS

SONHO 01 Kennedy Nascimento assumir o bar do lobby do Fasano. SONHO 02 Uma lei que permita fumar em 5 estabelecimentos etílicos de São Paulo. A ideia não é pela conveniência do cigarro dentro, mas por uma questão estética: alguns bares ficam muito mais lindos quando há fumaça subindo lentamente na luz do balcão. Portanto, … Continue reading SONHOS

O CRÍTICO IMPARCIAL

Se tem algo de que eu discordo frontalmente é que um crítico, especialmente de comida, tem que ser imparcial. Pelo contrário, eu acredito que o que torna grandes críticos grandes é justamente sua parcialidade, sua queda declarada por determinadas comidas, seu enviesamento (ou mesmo sua dureza) por conta da ascendência italiana, japonesa, peruana. Tire do … Continue reading O CRÍTICO IMPARCIAL

METZI

A pantone de sabores mexicanos aqui em São Paulo sempre foi pastel – com exceção de Dona Lourdes Hernández, da antiga Casa Dos Cariris, onde comi uma só vez. Quando não é pastel, é aquele alaranjado Clicquot, que colore o diesel que chamam de cheddar nas franquias tex-mex. No, Señor! Gracias. Daí eu fui ao … Continue reading METZI

LE FIGADO EXPRESS 02

O QUE ESTAMOS BEBENDO? Frappato COS (Wines4U, R$215) A Sicília é o lugar a que eu gosto de recorrer quando quero beber algo aborgonhado sem esfolar o bolso. Em geral, os Nerello Mascalese do Etna é que oferecem esse serviço de suplente geográfico para quem não pode gastar um Fiat Elba numa garrafa, mas o … Continue reading LE FIGADO EXPRESS 02

RESTAURANTE CAIS (nem sempre um restaurante é um restaurante)

No mundo ideal, os vinhos viriam com um “modo de usar” esperto, tipo “abre no almoço com seu tio que só gosta de cerveja vagabunda”, “compre caso não saiba se vai cozinhar frango ou boi”, “a beira da piscina é o ambiente ideal”. Mas não, em vez disso, fazem enoastrologia, te contam coisas que não … Continue reading RESTAURANTE CAIS (nem sempre um restaurante é um restaurante)

SÃO CARLOS LANCHES

Desde que comecei a seguir a São Carlos Lanches no Instagram, há pouco mais de uma semana, por indicação da Nina Bastos, não houve um dia sequer em que eu não senti vontade de pedir um x-salada para jantar. As fotos são bonitas e deixam claro: não há como aquilo não ser uma delícia. Lanches … Continue reading SÃO CARLOS LANCHES

LE FIGADO EXPRESS 01

O que estamos bebendo? Jean-Claude Lapalu Beaujolais Nouveau (R$196 na @delacroixvinhos ) Beaujolais Nouveau já foi das maiores armadilhas disfarçadas de nome pop e slogan que conhecíamos até uns 10 anos atrás… Os importadores anunciavam “le beaujolais nouveau est arrivée!”, que eu recebia com o mesmo entusiasmo que “seu tio tá convidando todo mundo para … Continue reading LE FIGADO EXPRESS 01

UM INTELECTUAL SENTADO NO CANTO DA SALA

Existem provadores competentes e existem provadores alegóricos. Faço parte do segundo grupo: não busco (nem sou bom em buscar) notas de caramelo e resina, aquela fruta específica que brota no aroma de um vinho, o nib de cupuaçu que se sente no fim de boca. Eu procuro entender as qualidades básicas (acidez, amargor, persistência, álcool, … Continue reading UM INTELECTUAL SENTADO NO CANTO DA SALA

A carregar…

Something went wrong. Please refresh the page and/or try again.


Follow My Blog

Get new content delivered directly to your inbox.